terça-feira, 27 de julho de 2010

ENEL e outras coisas.




Quantas águas rolaram por baixo dessa ponte!

O Brasil não foi hexa, a Espanha foi campeã. O Muricy Ramalho foi convidado para ser técnico da seleção mas não foi liberado pelo Fluminense, acabou que o cargo ficou pro Mano Menezes, o técnico do Corinthians.

Fiquei de férias, depois de assumir todos os compromissos acadêmicos.

O Encontro Nacional dos Estudantes de Letras rolou e foi bom. Na mesma semana descobri que estou grávida (isto, grávida! mas esse assunto só aqui: http://www.umanovamamae.blogspot.com/) e a ausência foi sentida e cobrada durante o Evento que tanto esperou de mim. Se eu me sinto em dívida? Não... talvez porque no fundo tenha descoberto que o Homero tinha razão... o Encontro não trouxe nada de bom, nem ganho político teve! Conheci muita gente, firmei os contatos com o Coletivo Feminista, pronto. É isso. No mais, vi um espaço viciado em articulações... quem é novo no espaço não tem a minima chance de se candidatar a nada, até porque o que ocorre é um pula pula de cargos.

Foi quando aconteceu dentro da Executiva uma Assembléia dos Independentes que colocaram seus nomes sobre a mesa. E advinha? O meu foi cotado. Primeiro, para a Coordenação de Movimentos Sociais - o problema é que o PT e a ANEL tbm visavam este cargo! - aí depois para a Coordenação de Assuntos Acadêmicos. Se eu encarei? Não. Eu reconheci, depois de muito sofrimento, que minha situação é outra agora. Eu sou casada, tenho muitas responsabilidades a mais... não ia ter disponibilidade pra ficar viajando, nem tinha gás e tesão pra articular política dentro desse espaço.

Tá, também não menosprezo. A Executiva tem articulaçoes nas bases interessantes. Todas as delegações foram "organizadas" pelos Executivos locais. O que me fez ascender para um fio de esperança da instrumentalização da Executiva nas bases. Enfim.

O ENEL me cansou, mas me mostrou muita coisa. Me mostrou que pessoas inconstantes não são confiáveis, que mais vale aquele que fala na sua cara coisas que você não gosta do que o que se faz de amigo. Mostrou que o vício financeiro do movimento estudantil ainda irá destruí-lo. Creio que politicamente eu amadureci... só que me perdi mais dentro de mim.


O período acabou e eu consegui manter a média 8.80. Vai melhorar! Vou começar agora Latim e Grego. Literatura clássica, ai vou eu!


Por falar em LC, sabe que eu perdi um pouco do preconceito com a literatura latina? É, porque a grega é mais interessante mesmo! Mas Virgilio, na ENEIDA, conseguiu conquistar um espaço considerável em um aspecto muito interessante pra mim. Ele se aproxima do Herói romântico, tipo Heitor, de Homero. Foge dos sanguinários e dá ênfase ao sensivel, fiel, leal a familia. Muito bom. Agora quero partir para a Medéia, de Eurípedes. =)

É isso. A partir da semana que vem, publicações periódicas. Um amigo pediu que eu escrevesse sobre relacionamentos instantâneos. Esse será o tema. =)

Há braços.

Enquanto o mundo pede um pouco mais de alma, eu finjo ter paciência.

Um comentário:

  1. cof, cof, cof..........

    eu avisei!!! hehehhhh


    te amo!!

    vc's dois *__*

    ResponderExcluir